Fisiculturismo Feminino no Brasil

Fisiculturismo Feminino no Brasil

O fisiculturismo possui várias categorias, se enquadrando cada tipo de corpo, e até mesmo ao gosto de cada um. Realmente, no princípio do esporte, havia um único esporte físico feminino: o fisiculturismo. Mas, com o passar dos anos, à medida que os corpos se tornaram maiores e mais elitistas, as organizações competitivas introduziram novas divisões para contemplar diferentes tamanhos, estilos e níveis de condicionamento. Isso permitiu que mais mulheres – e mais físicos – subissem aos palcos.

Mas afinal quais as categorias deste esporte

Bikini Fitness 

As quatro devem esculpir e desenvolver seu corpo com musculação, nutrição e cardio. Qualquer que seja a divisão, o sucesso da atleta exigirá enormes quantias de esforço, determinação e persistência.

No Bikini Fitness a divisão mais popular atualmente, foca nos físicos curvilíneos e equilibrados com um tônus muscular suficiente.

As Fisioculturistas utilizam, maiô de duas peças, saltos altos e joias cintilantes, e são julgadas pela aparência física geral, incluindo pele e apresentação. A atitude no palco conta muito também.Uma cintura pequena com uma estrutura equilibrada e curvilínea e pernas longas e bem torneadas parece ser a genética ideal para o bikini.Como o desenvolvimento muscular necessário para competir nesta categoria é mais discreto do que o do culturismo tradicional, ela atrai uma grande variedade de mulheres que realizam outra atividade além do esporte.

Wellness

Um corpo mais sarado, a categoria ideal para corpo brasileiro das saradas que têm muita coxa e bumbum, o que, em outras categorias, pode ser visto como desproporção, mas que, aqui no Brasil, acaba sendo um padrão de beleza. Na Wellness, são avaliadas as atletas que têm coxas e glúteos volumosos, conservam o corpo feminino e exibem pouco percentual de gordura.

Body fitness

A categoria Body fitness é para quem gosta de pegar um pouco mais pesado, com físico desenvolvido, coreografias do esporte e movimentos executados para que os jurados avaliem melhor o desenvolvimento dos grupos musculares.

Na Bodyfitness, deve-se exibir ombros mais largos, braços bem malhados, alto volume muscular e pernas fortes. O tônus muscular deve ser desenvolvido simetricamente. O corpo dessas atletas se assemelha muito ao formato da letra Y, e o percentual de gordura corporal deve ser próximo do zero. São avaliados ainda os cabelos e a beleza facial.

Women’s Physique

A mais extremamente profissional, englobando mulheres que querem levar seu desenvolvimento muscular ao máximo de definição com treino e dieta. Mas, tem-se que respeitar a anatomia, o volume e silhueta feminina, conservando a feminilidade.

Quatro critérios avaliados durante a competição: simetria, proporção, volume e definição com análise taxativa para saber se a atleta manteve a proporção entre os membros inferiores e superiores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *